As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
IDÉIAS E DIPLOMACIA: O Visconde do Uruguai e o nascimento da política externa brasileira– 1849-1853
Favorito
IDÉIAS E DIPLOMACIA: O Visconde do Uruguai e o nascimento da política externa brasileira– 1849-1853
Papel
14,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Lisbon International Press
Data de publicação:
2022-02-03
Páginas:
224
ISBN:
978-989-37-2189-6
Género:
LISBON PRESS
Idioma:
PT
Sinopse

Por que o Brasil independente manteve a sua integridade territorial ao passo que a América espanhola se fragmentou em uma série de repúblicas? Essa é uma pergunta que vem intrigando os historiadores e cientistas políticos há dois séculos. A maioria das análises apontam para uma decisão política consciente das elites imperais, em especial do Partido Conservador, de manter a unidade territorial do Brasil pela construção de um estado centralizado, após a pacificação das Revoltas do Período Regencial (1831-1835). Paulo Fernando Pinheiro Machado procura, nesta obra, analisar a face externa desse processo de construção do estado-nação brasileiro, pelas ideias, crenças e motivações de uma personagem central nesse processo: Paulino José Soares de Souza, o Visconde do Uruguai. Paulino foi quem por primeiro conferiu ao Brasil independente uma política externa coerente e estruturada, legando ao novo país uma tradição diplomática que serviu de régua mestra para os seus sucessores desde então. No ano do bicentenário da Independência, a presente obra convida a uma reavaliação crítica das ideias e dos valores fundamentais do Partido Conservador no plano externo, os quais legaram uma diplomacia de alto nível para o país e acabaram também por desembocar na tragédia da Guerra do Paraguai.

Leituras semelhantes
Sobre a Análise e Tradução das Partículas Auxiliares do Chinês para o Português com Base num Corpus Paralelo Chinês – Português
Favorito
Sobre a Análise e Tradução das Partículas Auxiliares do Chinês para o Português com Base num Corpus Paralelo Chinês – Português
Zhihua Hu
16,00
Princípios e fundamentos para o contador de histórias aprendiz
Favorito
Princípios e fundamentos para o contador de histórias aprendiz
Ângela Barcellos Café
14,00
Coach de Palpites
Favorito
Coach de Palpites
Emerson Souza
14,00
Manhãs de Sexta-feira, Volume III
Favorito
Manhãs de Sexta-feira, Volume III
Rodrigo Alves Taxa
14,00
As crónicas do mundo e da atualidade
Favorito
As crónicas do mundo e da atualidade
João Pedro Leitão
25,00
Manual Prático de Ciência Política e Direito Constitucional
Favorito
Manual Prático de Ciência Política e Direito Constitucional
Hamilton Sarto Serra de Carvalho
24,00
O trabalho e a vida dos professores: Um olhar nacional e internacional
Favorito
O trabalho e a vida dos professores: Um olhar nacional e internacional
Maria Assunção Flores
14,00
Nova Ciência da Religião e do Homem para o Novo Milénio - Contributo da tese antropológica de René Girard
Favorito
Nova Ciência da Religião e do Homem para o Novo Milénio - Contributo da tese antropológica de René Girard
Zeferino Lopes
13,00
A Grandeza de servir
Favorito
A Grandeza de servir
Pedro Abreu Rodrigues
12,00
Angola: Entre a Mentira e a Vergonha
Favorito
Angola: Entre a Mentira e a Vergonha
Lupi Fialho
20,00
Escola amazônica de liderança - Uma história não convencional sobre pessoas, propósitos e a arte de liderar
Favorito
Escola amazônica de liderança - Uma história não convencional sobre pessoas, propósitos e a arte de liderar
José Walmir
16,00
Licitações de obras públicas na perspectiva do TCU
Favorito
Licitações de obras públicas na perspectiva do TCU
Nelson Winandy Monnerat, Priscilla Bigotte Donato e Rafael Marinangelo
17,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias